QUAIS SÃO OS SINTOMAS DE INFARTO DO MIOCÁRDIO?

sintomas-infarto-miocardio-capa

Você sabe quais são os sintomas de Infarto do miocárdio? E o que que ele é? Continue lendo para saber mais!

O infarto é uma doença cardíaca e pode ser gerado por dois principais vilões é aterosclerose (coágulo formado sobre uma placa de gordura) e hipertensão associada. Como existem muitas dores no peito e nem toda dor no peito é infarto, é importante termos pelo menos o conhecimento básico do que pode acontecer.

O infarto é um bloqueio de uma artéria ou veia no coração, e esse bloqueio pode gerar uma isquemia (falta de oxigênio no músculo), então se o músculo cardíaco fica sem oxigênio, começa a gerar então os sinais e sintomas, como dores no peito. O principal agravo do infarto é principalmente gerar uma pressão arterial muito alta, frequência cardíaca também muito alta (podendo ter alteração no ritmo cardíaco assim como bradicardia, extra sístole e taquicardias.)

sintomas de infarto

SINTOMAS E SINAIS DO INFARTO

É claro que o infarto associado a ataques cardíacos, como sopro, ou problemas de arritmia são muito graves. Então os principais sinais e sintomas de infarto mais conhecido é dor na nuca, possível dor de cabeça (lembrando que sinais de hipertensão e hipotensão tem as mesmas características então só tem como saber se o paciente está hipertenso ou hipotenso através de uma verificação na pressão arterial, então nunca medique seu paciente sem saber se a pressão arterial está muito alta ou muito baixa), e essa dor na nuca pode irradiar para mandíbulas, pescoços e trapézios, e além disso pode dar formigamentos nos braços, dores no peito e nas costas.

E o mais importante, é que:

 esses sinais não se apresentam ao mesmo tempo.

Pode ser que o paciente tenha dor no estomago, tipo uma azia que começou no almoço, depois uma dor na nuca e essa dor na nuca estar associada a hipertensão, levando em consideração que o paciente possa ser hipertenso e já esteja acostumado a esse tipo de sintomas, então não vai achar estranho, por isso a atenção tem que ser dobrada.

 

DIAGNOSTICANDO O PACIENTE NO PRÉ HOSPITALAR

 

No pré-hospitalar, temos que aprender a lidar com nossos extintos, e pensar de maneira rápida e efetiva se você deve dar prioridade rápida para o paciente. No caso do infarto, temos que checar os sinais vitais e verificar o histórico desse paciente o mais rápido possível, e se for possível usar o DEA como monitor cardíaco para prever uma possibilidade de uma supra ST ou Infra ST. E é claro que no procedimento é necessário acalmar a vítima e os demais, ofertar oxigênio porque ele pode ter dificuldade respiratória e não deixar o mesmo fazer esforço, a fala do ele tem que ser cuidada pois o fato dele falar acaba por fazer esforço físico, e assim pode gerar e/ou aumentar a taquicardia ou taquiapineia no paciente, o que pode resultar em alterações no quadro clinico.

 

INFARTO DE PAREDE ANTERIOR

Existe um quadro de um Infarto de parede interior, que é normalmente um infarto de ventrículo direito. O paciente inverte os sinais, ele pode ter arterial baixa e frequência cardíaca baixa. Como ele está tendo um infarto de ventrículo direito, o débito cardíaco dele está diminuindo, porque a circulação venosa está sendo menor, e não está ocorrendo preenchimento correto no ventrículo direito, e ele está tendo uma bradicardia e uma hipotensão associada. Então temos que ficar atento nesses sinais, pois ele pode sim ter pressão arterial e frequência cardíaca baixa e estar enfartando. Então quando estiver monitorando esse paciente no pré-hospitalar, pode ter sinais de alteraçõe na onda cardíacas e ele pode apresentar dor. Lembrando que mulheres, idosos e crianças podem não sentir dor quando estiverem enfartando.

 

COMO EVITAR O INFARTO?

ALIMENTAÇÃO

sintomas-infarto-miocardio-01

Seguir uma dieta equilibrada é um bom começo para evitar o infarto. Então, diminuir no sal, gordura trans, frituras que só entopem sua artéria e apostar em frutas, legumes e verduras que são fontes de vitaminas e minerais, é um bom caminho para seguir.

Sem falar que ajuda a controlar o colesterol, e comer frutas e legumes é bem melhor do que tomar remédio todo dia, certo?

 

MEDIR A PRESSÃO ARTERIAL

Muitas pessoas sofrem de hipertensão e nem sabem, então medir a pressão arterial pelo menos uma vez no ano, já é de grande ajuda. Porém se o histórico familiar tiver pessoas com problemas hipertensas, é aconselhado fazer medir a pressão arterial mais vezes, afim de evitar futuros problemas. Controlar a pressão arterial é de grande ajuda para evitar o infarto.

 

CONTROLAR O PESO

A obesidade é uma das principais causas do infarto agudo miocárdio. Isso porque o sobrepeso acaba fazendo seu corpo trabalhar mais do que o normal, exigindo uma força maior do seu coração e outros órgãos.

Então praticar exercícios é de extrema importância, pois é uma contribuição para que não só o infarto seja evitado, mas também o sobrepeso, diabetes e a hipertensão.

 

PARAR DE FUMAR

sintomas-infarto-miocardio-02

 

O cigarro acaba com as proteções das suas veias, prejudica a saúde dos vasos sanguíneos, oxidam as artérias, e acarretam várias outras doenças.

As chances de um fumante ter um infarto são triplicadas, então parar de fumar seria um fator primordial para evitar o infarto.

 

O que acharam desse artigo? Conseguiram entender pelo menos um pouco sobre o infarto agudo do miocárdio? Não perca nosso próximo artigo que será sobre Ovace em criança e lactente.

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que você mais gostou nesse artigo, sobre alguma dica extra que você tenha, um conteúdo que vocês queiram ver aqui no blog, ou alguma dúvida.

Se você está gostando dos nossos artigos e quer ajudar mais pessoas a entender um pouco mais sobre o infarto agudo do miocárdio, além de vários outros assuntos que são muito relevantes para os profissionais da saúde.  Clique em algum dos links abaixo para ajudar a divulgá-lo.

Facebook

Instagram

Gostaria de ver a versão em vídeo da Utilização do DEA em Adultos? Então é só dar um play aqui embaixo, e aprender com o mestre Maicon Rodrigo: